Pular para o conteúdo principal

Algumas coisas chegaram!

Algumas coisas já chegaram pelo correio, e isso é ótimo!


Comprado na http://www.mouser.it/ € 21,22

A placa que controla os motores do Rover 2.0 é uma das peças mais importantes do projeto. A que escolhi é um Shield/HAT da Adafruit e é muito bem construído.

Especificações:
  • 4 Pontes H: Chip TB6612 provê 1.2A por ponte com proteção termica e eletrica. Trabalho com motores de 4,5VDC a 13,5VDC.
  • Até 4 Motores DC bi-direcionais com controle de velocidade.
  • Até 2 motores de passo (unipolar ou bipolar).
  • Proteção de polaridade para a bateria auxiliar dos motores (5-12VDC).
  • Vários exemplos de uso no site da Adafruit com bibliotecas de Python, tudo pronto para o uso.
  • Funciona com Raspberry Pi modelos A+, B+, Pi 2, Pi 3 and Zero.
  • pode ser empilhado se você comprar o  "Stacking Header", ele usa endereçamento I2C, você pode usar até 32 deles ao mesmo tempo (Com uma fonte suficiente para tal)!

Resumindo, deixa no chinelo o driver de motores para Arduino que eu usava no Rover 1.0:
Dual Motor Shield do Laboratório de Garagem

Meu problema atual é que preciso de um ferro de solda 220v, o Shield/HAT da Adafruit não vem com as soldas feitas. Para Alimentar os motores eu vou utilizar 4 pilhas alcalinas (6VDC), tenho um suporte para 4 pilhas então fica tranquilo essa parte. 

Também pretendo usar um motor de passo para controlar a visão da câmera (Pode ser um servo simples mas vou pegar o de passo que pode me ser útil em outras coisas, o servo é bem mais barato!), a câmera será a padrão do Raspberry Pi, você pode usar uma webcam também, Eu vou utilizar mais especificamente a câmera sem o filtro infra-vermelho, vai ser possível ter visão noturna com alguma fonte de luz infravermelha, estou pensando em colocar uns LEDs IR no Rover 2.0.

Por enquanto é isso, amanhã vou atrás de um ferro de solda na cidade mesmo, se não encontrar compro pela internet...também preciso de um liquidificador e um emprego...


Postagens mais visitadas deste blog

Telegram - Criando um BOT

O Telegram é um app de mensagens web, mobile e desktop, é possível utiliza-lo sem a necessidade de um número de celular e os usuários podem conversar uns com os outros sem trocarem seus telefones apenas o @usuário.

Uma das dezenas de funções únicas do Telegram é a possibilidade de qualquer pessoa criar um Bot, um usuário eletrônico que segue um algoritmo do criador por meio de comandos pré-definidos. Vou ensinar aqui como fazer um Bot que envia mensagens aleatórias de um arquivo TXT.

A primeira coisa a ser feita é você já ser um usuário Telegram. Com sua conta criada comece uma conversa com o @BotFather. Envie as mensagens na seguinte ordem:
/newbotEnvie o nome do bot, ainda não é o usuário.Agora sim, envie uma mensagem com o usuário do bot, por exemplo rtemtxtbot ou rtemtxt_bot, ele precisa terminar com a palavra bot e será encontrado por outros por meio desse nome por exemplo @rtemtxtbot ou @rtemtxt_botPronto seu Bot está pronto para ganhar o mundo. Com o Bot criado agora é hora de inst…

Open Media Vault

Algumas semana atrás eu quis centralizar as mídias que temos em casa, a rotina de ter que ficar com pendrive pra lá e pra cá se quisesse assistir uma filme ou série baixada estava bem chata.
Depois de muito pesquisar decidi pelo Open Media Vault, ele é fácil de implementar usando as imagens prontas que eles disponibilizam aqui: https://sourceforge.net/projects/openmediavault/files/
Para gravar no SD eu sugiro usar o Win32 Disk Imager: https://sourceforge.net/projects/win32diskimager/
Para escolher a plataforma que você vai usar dê uma olhada no vídeo do "Cabelinho", ele explica bacana como funciona usando o Rock64 comparando-o com outras soluções:

Eu diria que o ideal é usar um plataforma com uma USB 3.0, em casa acabei usando um Raspberry Pi pois era o que eu tinha sobrando aqui.
As credenciais padrões são:

        User: admin
        Password: openmediavault

Atualize o sistema no Update Management, REINICIE, ele dá erros na instalação dos plugins se você não reiniciar de…

Nintendo Switch

Tô me sentindo uma criança em uma manhã de Natal! Chegou adiantado o Nintendo Switch. O console realmente é robusto, estava vendo bastante reviews e tudo se confirma. Os Joy-Con's são muito confortáveis e tudo nele parece bem firme com plásticos de alta qualidade, eu acho por exemplo alguns botões do 3DS muito soltos, se você balançar ele fica dançando fazendo barulho, no Switch é tudo bem encaixado.